top of page

Meus Conteúdos

A menina está se tornando mulher: o desafio da primeira menstruação

Há um tempo não muito distante, em culturas onde cada energia era celebrada de sua forma, mulheres costumavam realizar, em momentos de transições, rituais de passagem e repartir seus conhecimentos umas com as outras, de geração em geração.


Menarca, casamento, gravidez, menopausa, são alguns exemplos de transformações na vida de uma mulher.


Como é vivido e recordado essas transições tem impacto na construção da identidade, das novas possibilidades de se posicionar, de fazer escolhas, de se recriar e se libertar de bagagens que já não servem mais. Agir com coragem para se transformar para a essa nova fase que abre e, assim, transcender.


Mas quando passam desapercebidos ou não são reverenciados de uma forma adequada essas transformações podem ser bastante negativo na aceitação e integração do Ser Mulher.


Entre essas mudanças, um momento bastante desafiador e que influenciará toda a sua vida é a primeira menstruação.


A menina esta se tornando mulher.

Que se vivida com consciência, entrega, acolhimento e amor a si mesma e ao novo ciclo que se inicia uma vida mais equilibrada, com mais saude física e emocional.



Assim, um ritual de passagem não é apenas uma celebração, mas uma chance de marcar um momento, de dar boas vindas a essa nova fase que se abre. Além disso, é uma possibilidade de renovar esse novo elo entre mãe e filha, abrindo caminho para uma conexão ainda mais especial.


Esse despertar para a feminilidade pode ser maravilhoso se tratado de forma natural, com sabedoria e amor. Porque menstruar, ao contrario do que a sociedade nos faz acreditar, é onde esta a grande fonte de equilíbrio, de saude e força da Mulher.


Abaixo apresento algumas dicas de como direcionar esse momento, inspirados nos ensinamentos do livro Lua Vermelha da Miranda Gray.


Primeiro de tudo pense em como vai reagir

O que você diria a sua menina quando ela recebe a primeira menstruação?

Como reagir? Planejar algo a dizer ou o modo para que ela não eternize esse momento como algo que envolva medo e decepção é muito bom.


A primeira menstruação é algo a ser lembrado por toda a vida, por isso é muito importante que as pessoas ao redor dessa menina pensem em como vão reagir quando isso acontecer, já que nunca saberemos exatamente quando será.


A meninas e as mulheres que são sua referencia

É muito interessante que a mãe e /ou as mulheres de confiança dessa menina tragam conforto, falem algo positivo, mostrando que é algo bom e natural e não um susto ou uma notícia assustadora.


Além de naturalizar, mostre que esse é apenas um caminho natural na vida e que ela não está sozinha, isso ocorre com praticamente toda mulher, e ela sempre pode recorrer a você, alguém de sua estima e confiança. Conscientize que nada mudará drasticamente do dia para a noite, é uma caminhada, num ritmo determinado por ela.


Mantenha uma postura aberta. Deixe que ela seja a protagonista e conduza essa experiência, abrindo espaço para perguntas. É um momento que a menina está cheinha de dúvidas e a mãe pode responder a partir de sua própria experiência, para não ficar como detentora da verdade absoluta, como uma aula chata. Assim você cria uma relação mais próxima e de igualdade entre vocês, como amigas.


O importante é conversar com frequência e leveza, sem assustá-la com perguntas. Reserve um tempo para fazer coisas gostosas juntas, como cozinhar, tomar um chá, fazer uma caminhada... ao criar esses momentos, aos poucos a conversa vai fluindo naturalmente e isso vai ajudá-la a perceber que você não a enxerga mais como apenas uma criança, mas que a respeita de igual para igual.


Convide outras mulheres para participar, com isso a menina vai entender que todo mundo passa por isso, além de ter a chance de conhecer visões e aprendizados diferentes sobre o ciclo, não ficando com apenas um ponto de referência (a mãe). A maior beleza dessa inclusão, além do apoio, é que quando a filha não se sentir à vontade para recorrer a mãe, ela terá outras opções que guardarão seus segredos e estarão prontas para ajudá-la nesse despertar do feminino.


Exemplifique com lendas e arquétipos

Ao apresentar elementos da natureza e histórias da infância para exemplificar transformações, fica mais fácil mostrar que esse é um processo natural, assim como acontece com a borboleta, com as fases da lua, com as estações do ano, e até mesmo nos contos de fada, como a Bela Adormecida, a Branca de Neve ou o atual Frozen, Uma Aventura Congelante - em que as personagens enfrentaram passaram por uma grande evolução. Usar a natureza e histórias já conhecidas como exemplo dessa grande transformação ajuda a naturalizar.



Conte sobre a nova fase cíclica

Essa é uma das informações mais importantes que essa jovem mulher pode receber, pois durante a infância as emoções são lineares, mas com a menstruação nos tornamos cíclicas.


Ou seja, que é normal nos sentirmos diferentes em cada uma das quatro fases do mês, isso altera nossa criatividade, nossa disposição e nossas emoções, e não é ruim, muito pelo contrário: é uma renovação constante que nos dá a oportunidade de aproveitar o potencial e as singularidades de cada fase, respeitando nosso corpo.


Para simplificar, podem ser usadas as fases da lua ou as estações do ano como comparação, ou até mesmo animais, como a coruja, para representar a fase de sangramento, dizendo que ela pode querer ficar mais sozinha, mais quieta e silenciosa como a noite e que isso é não apenas normal, mas mágico! Gosto muito da comparação com a lua, a mulher é regida por essa forma feminina, o Yin, ao contrario do homem que é regido pelo sol, o Yang.


Presenteie

Ao final do rito a jovem mulher pode ser presenteada com uma fita, uma borboleta, um unicórnio, não precisa e até melhor que nem tenha muito valor material, a ideia é eternizar e simbolizar esse ato, trazendo sua importância e o porquê que ele foi feito. Uma mandala lunar também pode ser uma ótima lembrança, pois ensinará a menina a se observar e registrar seu ciclo, melhorando seu autoconhecimento.


Ritualizar esse momento faz com que as meninas já cresçam sabendo que menstruar é completamente normal, é uma abertura para uma fase incrível que ela pode realizar no ritmo que ela quiser e sem vergonha alguma. Assim ela se sente segura, sabe que com quem pode contar, formando meninas fortes e confiantes


Posts recentes

Ver tudo

Comentários


Destaque
Siga-me
Arquivos
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Cinza ícone do YouTube
bottom of page